Centenas de tartarugas estão aparecendo mortas em rio do Paquistão

Compartilhe:

26/03/2010 - Dawn - Tradução: William Rodriguez Schepis

Centenas de tartarugas mortas estão aperecendo nas margens do rio Sindh, em Sukkur no Paquistão, desde a manhã de quinta-feira (25/03). Elas são vítimas de alguns pescadores que derramam produto químico tóxico para maximizarem suas capturas.


Tartarugas mortas na margem do rio Sindh, perto da Barragem de Sukkur
Foto: P. S. Khan

O produto químico força os peixes a ficarem na superfície da água e se tornam uma presa fácil para os pescadores.

Segundo fontes do departamento de vida selvagem, o uso da substância química quase se tornou uma prática comum hoje em dia, entretanto, os agentes de defesa do meio ambiente ainda não tomaram nenhum tipo de providência.

Eles disseram que muitas pessoas estão envolvidas no negócio ilegal e que agentes envolvidos preferem fazer vistas grossas. Esse produto químico é igualmente perigoso para os seres humanos e para as raras espécies de golfinhos de água doce, que já enfrentam a ameaça da crescente poluição no rio, disseram as fontes.

As pessoas da área disseram que, além de milhares de peixes e centenas de tartarugas alguns pássaros também morreram depois de beber a água daquele lugar onde o produto químico foi derramado.

Ghulam Mohammad Mirani, um idoso pescador, disse que algumas pessoas tinham se tornado tão gananciosas e egoístas que estão dispostas a fazer qualquer coisa para se tornarem ricas do dia para a noite, sem sequer pensar na saúde de seus semelhantes. Estão usando um produto químico, perigoso para os seres humanos, na captura de peixes. Tartarugas também são capturadas e sua carne e gordura são vendidas a preços exorbitantes. Estão brincando com a vida das pessoas apenas para ganhar algum dinheiro extra. Os serviços competentes precisam manter o olho vigilante sobre eles e punir de forma exemplar.

.