Degradação do estuário de Santos surpreende público e expositores no Viva a Mata 2011

Compartilhe:

23/05/2011 - IEF

O estande do Instituto EcoFaxina no Parque Ibirapuera foi um dos mais visitados durante o evento.

Em sua sétima edição o evento reuniu exposições sobre conservação e projetos de várias instituições do País em prol do bioma. A mostra comemorou o Dia Nacional da Mata Atlântica (27 de maio) e os 25 anos da SOS Mata Atlântica, organizadora do evento. A programação contou com atividades para conscientizar a sociedade sobre a importância da conservação do nosso ambiente com diversas atrações gratuitas.

Foram três dias de exposição, de 20 a 22/05, sem parar um minuto.

Reunindo um grande público, o Viva a Mata 2011 deu oportunidade para o Instituto EcoFaxina mostrar seu trabalho contra a poluição do estuário de Santos, despertando espanto e indignação do público. Expressões como "meu Deus", "minha Nossa Senhora" e "que absurdo" foram repeditas a todo momento no estande do Instituto EcoFaxina, que expôs fotos, vídeos e animais marinhos. Além do "Projeto de Recuperação e Conservação do Estuário de Santos", desenvolvido ao longo de três anos por seus diretores na Faculdade de Biologia Marinha da Unisanta. O manifesto de implantação do projeto colheu 1003 assinaturas durante os três dias.

Mais de mil pessoas assinaram o manifesto para a implantação do "Projeto de Recuperação e Conservação do Estuário de Santos" durante o evento.

As fortes imagens da poluição em nosso estuário deixaram o público indignado

Muitos jovens e crianças se sensibilizaram ao verem os danos causados pela 
poluição a fauna marinha

O manifesto encontra-se disponível também na internet. Você pode participar clicando no link abaixo:

http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2011N8616


Código Florestal

© Zerolux/SOS Mata Atlântica

No último dia do evento a SOS Florestas organizou uma mobilização que reuniu cerca de 1500 manifestantes, incluindo dois representantes do Instituto EcoFaxina, que protestaram contra as alterações no Código Florestal propostas pelo projeto do deputado Aldo Rebelo (PCdoB – SP), que deve ser votado pela Câmara amanhã.

Clique aqui para saber mais sobre o Viva a Mata 2011.
.