Golfinhos estão contaminados por fortes concentrações de poluentes

Compartilhe:

12/05/2011 - Emily J. Gertz / American Chemical Society

Poluentes: Golfinhos estudados na costa norte-americana carregam os níveis mais altos de poluentes orgânicos já registrados em mamíferos marinhos vivos.

Os golfinhos são famosos por serem inteligêntes e brincalhões, mas também estão sendo observandos pelos cientistas como sentinelas da poluição no oceano. Muitos mamíferos marinhos, como os golfinhos, ocupam o topo da cadeia alimentar marinha, sendo assim, os níveis de poluentes encontrados em seus corpos refletem a quantidade de contaminantes transportados por suas presas.

Para medir os poluentes orgânicos persistentes (POP's) em ambientes marinhos ao longo da costa do Sudeste dos EUA, uma equipe de cientistas examinou as concentrações químicas presentes na gordura de golfinho (Environ. Sci Technol, DOI:10.1021/es1042244).

INDICADOR DE POLUENTES: Junto com sua presas, os golfinhos costeiros ingerem pesticidas, retardantes de fogo, e outros poluentes orgânicos persistentes que causam disfunções endócrinas e câncer.

Os cientistas costumam utilizar golfinhos como substitutos para outros mamíferos marinhos, que são muito mais difíceis de serem encontrados e retirar amostras, diz o autor John Kucklick do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia: "Este é um animal que você pode colocar suas mãos, ao contrário de uma baleia cachalote"..."os níveis de poluição nos golfinhos também têm implicações para a saúde humana", ele diz, "porque os golfinhos e as pessoas costumam comer as mesmas espécies de peixe".

Para realizar a pesquisa, Kucklick e sua equipe testaram amostras de gordura de 300 golfinhos-nariz-de-garrafa vivos (Tursiops truncatus) do sexo masculino de populações em 14 localidades ao sul dos EUA e Bermudas, na costa do Atlântico e no Golfo do México. Utilizando cromatografia / espectrometria de massa, os pesquisadores mediram os níveis de POPs, como os bifenilos policlorados, clordano e DDT, presentes nas amostras. Eles fizeram todas as análises químicas em um laboratório, para garantir que seus resultados fossem comparáveis.

Em geral, as populações de golfinhos perto de áreas urbanas tinham maiores níveis POPs do que as pessoas próximas a regiões rurais. As maiores concentrações foram encontradas em animais que vivem perto de Brunswick, Georgia. As concentrações de POPs nestes golfinhos foram as maiores já registradas em mamíferos marinhos vivos, cerca de duas vezes maior que o recorde anterior (Sci. Total Environ., DOI:10.1016/S0048-9697(01)00846-4).

Tradução: IEF
.