Animais marinhos aparecem mortos no litoral catarinense

Compartilhe:

22/11/2011 - Dennis Barbosa / Globo Natureza

Foram mais de 30 tartarugas e cetáceos encontrados em 30 dias.
Pesquisador descarta poluição e suspeita que culpa seja de redes de pesca.

O aparecimento de animais marinhos mortos no litoral catarinense intriga pesquisadores. Nos últimos 30 dias, foram encontradas 21 tartarugas verdes (Chelonia mydas), dois botos-cinza (Sotalia guianensis) e oito golfinhos-nariza-de-garrafa (Tursiops truncatus) no trecho entre Barra Velha e Balneário Camboriú, segundo informações de Jules Soto, curador do Museu Oceanográfico da Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Nesta terça-feira (21), ele deve identificar a espécie de mais um golfinho sobre o qual foi avisado.

Golfinho-nariz-de-garrafa que apareceu morto em praia de Balneário Camboriú

Os animais mortos se concentram na região centro-norte do litoral de Santa Catarina e são de espécies que vivem perto da costa. O museu está monitorando a situação para tentar descobrir o motivo das mortes. Soto descarta que a causa seja poluição da água. “Poluição não causa a morte desses animais dessa forma. Golfinhos e tartarugas são extremamente resistentes, principalmente porque não respiram água. Se houvesse uma contaminação, já teríamos as praias crivadas de peixes mortos”, explica.

Ele acredita que os bichos estejam morrendo enroscados em redes fixas na água. Essa suspeita ainda não pôde ser confirmada porque, até o momento, os avisos sobre corpos encontrados nas praias chegaram quando eles já estavam num estágio de decomposição que impedia a identificação de marcas dos fios no couro.

Além disso, os golfinhos, quando morrem afogados, não ficam com os pulmões cheios d’água como os humanos, dificultando o diagnóstico da causa da morte. Um grupo deverá percorrer o litoral do estado em busca de maiores evidências sobre o que está acontecendo.
.