Conheça 5 estratégias que podem ajudar qualquer pessoa a viver com menos plástico

Compartilhe:

05/11/2011 - IEF

# 1: Espere falhas!
Este é um desafio em que o fracasso é quase certo, e isso está OK. Eliminar todo o plástico da sua vida é impossível. Nem queira, pois ele faz parte do mundo moderno. Mas mesmo as coisas de plástico que você evita, às vezes, "rastejam entre as suas defesas", por isso, em vez de se estressar com o erro ou momento de fraqueza, apenas aceite e continue evitando.


# 2: Priorizar
Decidir viver sem plástico pode facilmente deixar você se sentindo sobrecarregado. Cada um de nós já experimentou essa sensação, e muitos já falaram sobre isso também. Por isso uma boa idéia é começar pelas maiores fontes de plástico em sua vida, e trabalhar sobre elas. Uma vez que você estabeleceu um hábito sem o plástico, você pode passar para o próximo em sua lista. Aqui estão alguns bons pontos de partida:

• Concentre-se nos alimentos


Se você pesquisar seu lixo por uma semana verá que a maior parte dele é plástico. E irá perceber que as embalagens de alimentos e bebidas são a sua principal fonte de resíduos plásticos.

Assim como o grande volume, existem outras razões para você concentrar seus esforços nos alimentos relacionados ao plástico. Produtos químicos existentes nas embalagens plásticas são liberados nas comidas e bebidas, portanto, têm impacto imediato sobre a sua saúde. Além de evitar o excesso de alimentos embalados no supermercado, devemos substituir os recipientes e utensílios de plástico na cozinha por vidro, cerâmica, madeira ou outros materiais inertes. Nunca aquecer alimentos em qualquer tipo de recipiente plástico é um MANDAMENTO muito fácil de seguir.

• Menos sacolas

Se for ao supermercado e esquecer a sacola reutilizável​, leve suas compras na mão. Após fazer isso algumas vezes, você provavelmente nunca mais esquecerá a sua sacola! Enfim, utilize menos sacolas possível (e não embale itens vendidos em sacos, como maçãs e batatas).


Devolva os sacos de plástico para reciclagem quando retornar ao supermercado (juntamente com outros sacos de plástico que encontrar em seu caminho). O mais fácil para não esquecer a sacola reutilizável é mantê-la, no porta-malas ou porta-luvas do seu carro.

• Encerre o uso estúpido do plástico

Alguns objetos plásticos são inúteis. O canudo! Vai te matar permitir que seus lábios toquem o vidro? Um saco plástico apenas para carregar as pilhas (embaladas) que você comprou na padaria? Carregue em sua mão! Garfo de plástico? Ele provavelmente vai quebrar! Lave as mãos e coma com os dedos. Decorações de plástico para o Natal? Use argila e divirta-se!

# 3: Reutilizar, reciclar, recriar...
Ter um plano para o plástico em sua vida. Reutilize ou descubra como reciclá-lo. Saiba como reciclar seus objetos eletrônicos quando for a hora de se livrar deles. Se isso falhar, entre em contato com uma organização sem fins lucrativos local que receba doações. Quando você estiver comprando, se não houver uma alternativa, prefira produtos embalados em plástico reciclado. Lembre-se, na maioria das vezes, objetos semi-novos possuem ótima relação custo/benefício.


Ou, da próxima vez que você se encontrar procurando algo que tenha plástico, pense: "Será que eu poderia fazer isso?" Você ficaria surpreso o quão fácil é fazer produtos capilares, loções para o corpo, produtos de limpeza, e muitos alimentos semi-prontos.

# 4: Desacelere
Plástico existe para suportar o estilo de vida "descartável" que todos nós pensamos que precisamos manter. Comprometer-se em cortar o plástico lhe dará razões para algumas pausas no seu dia. Então, dê uma pausa! Você pode demorar 10 minutos "extras" para comer um "fastfood", por exemplo, ou levar 30 minutos para almoçar em um restaurante, em pratos e copos de vidro, usando talheres reais, ao invés de algo agarrado em uma embalagem plástica. Juntamente com os benefícios de evitar plástico, você vai ganhar uma oportunidade para relaxar e apreciar a sua comida.


# 5: Não seja um chato sobre o assunto
Nenhum de seus amigos viciados em plástico quer ouvir uma palestra sobre os males do plástico (temos certeza que não). Esteja relaxado e sem julgamento quando falar sobre sua decisão de "cortar o cordão de plástico". Concentre-se em por que a alternativa é melhor, e não que o plástico e as pessoas que o usam sejam maus. Permita que suas ações, ao invés de suas palavras, sejam os argumentos mais fortes.

Toda vez que você disser a um caixa que você não precisa de sacola, e sair carregando a sua compra nas mãos, você estará plantando a idéia na cabeça de todos ao seu redor. E é assim que novas normas são criadas.
.