Lixo e morte: Dez tartarugas são encontradas na Praia Grande

Compartilhe:

24/10/2012 - Metro Santos

Foram encontrados pedaços de sacolas plásticas, objetos plásticos e até metais dentro do trato digestório das tartarugas. Muitos animais marinhos confundem o lixo com alimento, e acabam morrendo após a ingestão. Crédito: Edimilson Lelo

Dez tartarugas foram encontradas mortas na orla de Praia Grande entre a manhã de domingo (21)  e segunda-feira (22). Entre os animais, havia uma tartaruga da espécie Oliva, ameaçada de extinção.
 
As tartarugas foram encontradas na orla dos bairros Mirim, Flórida, Imperador, Ocian, Caiçara e Tupi. Somente neste último ponto, foram achados cinco animais, de acordo com o coordenador da Guarda Costeira, Delfo Monsalvo.

Após recolher todas as tartarugas, a Gremar (Associação de Resgate e Reabilitação de Animais Marinhos) foi chamada para examinar os animais. Foi constatado que a maioria apresentava lixo em seu aparelho digestivo. 

“Havia plástico e até pedaços de metal. Este material acaba afetando o intestino dos animais e obstruindo a saída das fezes, levando à morte”, explicou Felipe Lima, integrante da Gremar. Somente este ano, a Guarda Costeira da cidade localizou 211 animais marinhos, mortos ou debilitados.