Prefeitura de São Vicente faz acordo de emergência com a Terracom para a coleta de lixo no município

Compartilhe:

14/03/2013

Durante esse período, a Prefeitura realizará processo licitatório para contratação de empresa definitiva

O prefeito Luis Claudio Bili anunciou o acordo por meio de uma coletiva de imprensa
Foto: Divulgação

Por volta da 15 horas de hoje (13), o prefeito Luis Cláudio Bili (PP) divulgou o nome da empresa Terracom como ganhadora do processo de tomada de preço realizado em caráter emergencial para prestação do serviço de coleta, transbordo e transporte do lixo domiciliar no município. 

A expectativa é que nas próximas horas a empresa e o Sindilimpeza entrem em acordo para absorver a mão de obra da antiga prestadora do serviço. “Uma de nossas exigências para as participantes é que absorvesse esses trabalhadores. Estamos confiantes que a coleta inicie nas primeiras horas de amanhã”, comentou o prefeito durante entrevista coletiva, tendo ao seu lado a secretária de Negócios Jurídicos, Fabiana Bozzella, e o presidente da Codesavi (Companhia de Desenvolvimento de São Vicente), Ivo Oshiro. 

Bili ainda esclareceu que no total quatro empresas participaram do processo, além da Terracom, as empresas Ecopavi, Monte Azul e Vega apresentaram proposta. O contrato emergencial tem validade de até 180 dias, prazo máximo permitido para que a Prefeitura realize processo licitatório para contratação definitiva da prestadora desse serviço, e o valor negociado é de aproximadamente R$ 2 milhões por mês.

“A licitação será um novo processo. Onde todas terão o direito de participar”, ressaltou o prefeito. E completa “acreditamos que a empresa tenha condições de fazer uma boa gestão, a exemplo do serviço prestado em outras cidades da região, e que no máximo em uma semana a coleta de lixo em São Vicente esteja normalizada”.

Transbordo – questionado sobre a quantidade de lixo que a empresa anterior deixou no local, Bili esclareceu que assumiu a administração do município com um acúmulo de 30 mil toneladas para ser dada a devida destinação. “A Terracom nos auxiliará também nessa tarefa”, concluiu.

Fonte: PSV