Programa Viva o Bairro é lançado pela prefeitura de Santos

Compartilhe:

07/03/2013

Com o salão nobre da prefeitura lotado pelos 62 representantes de sociedades de melhoramentos e entidades de bairros, autoridades e líderes comunitários foi lançado nesta quinta (7) o programa Viva o Bairro. A iniciativa inovadora consiste em uma agenda de reuniões, nas quais a população poderá dar sugestões e opinar sobre o direcionamento de investimentos.

O Ouvidor Público Municipal Flávio Jordão, falou sobre a metodologia do programa Viva o Bairro durante a cerimônia de apresentação.

Estão programadas audiências públicas semanais entre moradores e gestores do governo municipal. Ao todo serão cinco etapas divididas em três fases de trabalho. A primeira consiste em audiência comunitária; a segunda, mutirão de melhorias de infraestrutura; e a última, o evento Cidade Cidadã, com atividades de lazer, saúde e serviços.

“A ideia é aproximar o governo à realidade dos bairros em busca de repostas imediatas. É importante promover a integração e dialogar com as lideranças comunitárias, porque são elas que conhecem as vantagens, as dificuldades e a realidade de cada bairro de nossa cidade”, explicou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, no lançamento do programa.

Antes da apresentação do programa Viva o Bairro, diretores do Instituto EcoFaxina estiveram reunidos com o vice-prefeito Eustázio Alves Pereira Filho, conversando sobre projetos de conservação e educação ambiental para a cidade. O Sistema Ambiental de Coleta de Resíduos proposto pelo Instituto EcoFaxina está inserido no "Plano de Cem Dias" da Semam. 

A iniciativa foi aprovada pela comunidade. “A presença do poder público faz com que a população fique mais participativa e assim todos tenhamos uma melhor qualidade de vida”, disse a presidente do Conselho Municipal de Entidades de Bairros, Claudia Marangoni.

Primeiro encontro

O Viva o Bairro vai atender toda a cidade e será realizado sempre aos finais de semana, das 9h às 12h. O primeiro encontro será sábado (9), com os moradores do São Manoel, Piratininga e Vila Alemoa, na escola municipal José Carlos de Azevedo Júnior (rua Nicolau Moran, 21, São Manoel).


Fonte: PMS