Militares salvam pinguim com anel de plástico preso à cabeça

Compartilhe:

03/06/2013

Se o animal não tivesse sido encontrado, fatalmente morreria por estresse e inanição
Se o animal não tivesse sido encontrado, fatalmente morreria por estresse e inanição

No dia 20 de maio o Comando da 8ª Brigada de Infantaria Motorizada realizou uma patrulha da Barra do Chui ao Cassino percorrendo 240 km ao longo da litoral sul do país.

Veículos do exercito no trecho entre a Barra do Chui e Cassino
Veículos do exercito no trecho entre Barra do Chui e Cassino 

Durante o deslocamento, os militares prestaram socorro a um pingüim encontrado ferido na praia com a cabeça presa por um anel de plástico que foi retirado. O animal foi conduzido para Rio Grande onde foi entregue aos cuidados do Centro de Recuperação de Animais Marinhos - CRAM do Museu Oceanográfico da FURG.

O pinguim foi encontrado com um lacre plástico prenso do bico ao pescoço
O pinguim foi encontrado com um lacre plástico prenso do bico ao pescoço

Militar mostra o animal, aparentemente saudável, com um anel de plástico preso na cabeça
Militar mostra o animal, aparentemente saudável, com um anel de plástico preso na cabeça

Momento da retirada do anel de plástico
Momento da retirada do anel de plástico

Momento da entrega do pinguim para o centro de recuperação da FURG
Momento da entrega do pinguim para o centro de recuperação da FURG

Fonte: 8ª Bda Inf Mtz