Centenas de raias são encontradas mortas no México e autoridades buscam explicações

Compartilhe:

18/07/2013

Mais de 350 raias mortas foram encontradas em praias turísticas no estado mexicano de Veracruz, disseram as autoridades nesta quarta-feira (17/07).

Centenas de raias aparecem mortas em praias mexicanas
Foram encontradas centenas de raias (Rhinoptera bonasus) mortas na praia de Chachalacas. Crédito: Reuters

A agência federal de proteção ambiental foi solicitada para investigar a matança em Chachalacas, um bairro na cidade de Ursulo Galvan, localizado a 35 km da cidade do Golfo de Veracruz.

Pescadores e turistas notificaram os funcionários de que centenas de raias haviam encalhado na praia de Chachalacas, uma região conhecida por suas dunas, popular entre os praticantes de esportes radicais.

"A mortandade está sendo investigada por biólogos marinhos, que buscam evidências que descartem a presença de alguma substância tóxica", disse Victor Alvarado Martinez, secretário do meio ambiente de Veracruz.

"Os investigadores também estão atentos para a possibilidade das raias terem sido mortas por pessoas envolvidas com pesca ilegal", disse Victor.

"A Comissão Nacional de Aquicultura e Pesca (Conapesca) e a Agência de Proteção Ambiental (Profepa) também investigarão a mortandade".

O prefeito de Ursulo Galvan, Martin Verdejo informou que testemunhas relataram às autoridades que pescadores descartaram as raias na praia, porque não conseguiram obter um bom preço de venda.

A comerciante Adriana Loredo disse que estava na praia quando viu os pescadores descartando as raias de suas redes.

As nadadeiras são fatiadas e normalmente servidas como petiscos em restaurantes de Veracruz.

Uma baleia apareceu encalhada no último sábado, também em Veracruz, mas a causa das mortes ainda não foi determinada.


Fonte: La Prensa