Cachalote encalha em praia no Uruguai. Baleias continuam morrendo por todo o planeta.

Compartilhe:

13/01/2014 

Autoridades uruguaias recolheram no domingo (12) o corpo de uma baleia cachalote de 16 metros, normalmente encontrada em águas profundas, depois de ter encalhado perto da capital.

Tratores foram utilizados para retirar a cachalote da água. Foto: Miguel Rojo/AFP

Usando uma retroescavadeira, as autoridades retiraram a carcaça da água e colocaram na areia da praia de Carrasco, uma rica cidade próxima à Montevidéu.

"A carcaça vai permanecer na praia até segunda-feira", disse o porta-voz da marinha Gaston Jaunsolo.

Baleia-cachalote. Foto: Miguel Rojo/AFP

Os curiosos deixaram o trânsito engarrafado, parando para observar e ter um vislumbre do cenário inusitado.

"Eu não me lembro de outro avistamento de cachalote aqui, pois elas são de águas muito profundas", disse Rodrigo Garcia, da organização de proteção às baleias, sobre o macho adulto, que aparentemente encalhou no sábado (11).

O enorme cadáver atraiu a atenção de muitas pessoas. Foto: Miguel Rojo/AFP

As autoridades deverão investigar a causa da morte.

Garcia disse que o animal não parece ter qualquer ferimento externo aparente, mas ressaltou que, assim como os golfinhos, as cachalotes são altamente sensível ao som (fazem parte da mesma subordem - odontocetos).

No sábado (11) uma cachalote encalhou na praia de Portobello, em Edimburgo, Escócia

Um biólogo marinho recolheu amostras para investigação.

Jovem cachalote encalhou na praia Portobello, nos arredores da capital escocesa. Foto: Andrew Milligan

O animal estava morto e não houve necessidade de montar uma operação de resgate. Foto: Andrew Milligan

O cadáver chamou a atenção dos moradores. Foto: Andrew Milligan


Fonte: AFP/Terra Daily/Metro