100ª Ação Voluntária EcoFaxina celebra o Dia Mundial da Água com limpeza de manguezal

March 21, 2019

Ação no manguezal de Santos integra a agenda de lançamento do Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar e contará com a participação do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. 

 

 

Nesta sexta-feira, dia 22/03, data em que se comemora o Dia Mundial da Água, o Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, estará em Santos lançando o Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar (PNCLM), uma das metas nacionais prioritárias da Agenda de 100 dias do Governo Federal e representa a primeira fase de uma Agenda Nacional de Qualidade Ambiental Urbana, que contemplará também fases a serem lançadas nos meses seguintes relacionadas à gestão de resíduos, áreas verdes urbanas, qualidade do ar, qualidade das águas e saneamento e áreas contaminadas.

 

Segundo o ministro, “O Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar representa uma inovação e um grande esforço de mobilização para responder de forma coordenada e integrada à poluição do ambiente marinho, que traz impactos aos ecossistemas e também ao turismo, saúde e segurança de navegação. O combate ao lixo no mar constitui a primeira fase da Agenda Nacional de Qualidade Ambiental Urbana, que apresenta um conjunto de ações concretas e de resposta imediata para a melhoria da qualidade ambiental, e, portanto, da qualidade de vida nas cidades brasileiras”.

 

Para o presidente do Instituto EcoFaxina, William Rodriguez Schepis, a data representará um momento importante no avanço ao combate à poluição marinha no estuário de Santos e no Brasil. "Será uma excelente oportunidade para a Prefeitura de Santos apresentar ao ministro o Projeto Sistema Ambiental de Coleta de Resíduos, uma parceira entre Instituto EcoFaxina, Prefeitura de Santos e Cohab Santista, com o objetivo de reduzir o aporte de lixo no mar através da instalação de ecobarreiras e da recuperação de áreas degradadas de mangue no sistema estuarino. São dez anos monitoramento, coleta de dados e estudos para a elaboração do projeto e do modelo de parceria, que conta com a participação de investidores privados. A celebração do Acordo de Cooperação Acadêmica com Instituto Oceanográfico da USP no início do ano, as conversas com grandes empresas e agora a visita do ministro Ricardo Salles, mostra que estamos no caminho certo e nos deixa ainda mais próximos de iniciarmos esse projeto que poderá servir de modelo para todo o litoral do Brasil."

 

A 100ª Ação Voluntária EcoFaxina será realizada em parceria com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE) e contará com a participação de alunos da faculdade de Ciências do Mar da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

 

Até o momento o Instituto EcoFaxina realizou 99 ações de limpeza que envolveram mais de 2.000 voluntários na retirada de 52.779 kg de resíduos sólidos de praias e mangues do estuário de Santos e São Vicente. Sendo 35.758 kg somente plástico.
 

O Secretário do Meio Ambiente de Santos, Marcos Libório, exibe pinos de cocaína (eppendorfs) coletados no manguezal durante a 82ª Ação Voluntária EcoFaxina.

 

Após participar da limpeza do mangue, o ministro fará a inauguração da escultura Tubarão-Baleia, de Siron Franco, e instalação de ecobarreira em canal que deságua na Praia do Gonzaga.
O evento prosseguirá, na parte da tarde, em Ilhabela, onde o ministro acompanhará a realização de coletas para verificação da qualidade da água nas praias, realizará o lançamento do Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar e concederá uma coletiva de imprensa.

 

 

A Água que Falta

 

Ainda em celebração ao Dia Mundial da Água, às 19 horas o presidente do Instituto EcoFaxina, William Rodriguez Schepis, estará presente como convidado na estréia do documentário A Água que Falta, na Unibes Cultural, que fica na Rua Oscar Freire, 2.500 (ao lado da estação Sumaré do metrô, na Linha 2-Verde). O documentário aborda os motivos que levam as pessoas a negligenciar os recursos hídricos e entrará na grade de programação da TV Cultura ao longo deste ano. Após a exibição acontecerá um debate onde representantes da gestão pública e da iniciativa privada abordarão diferentes pontos de vista sobre a questão da água, gerando reflexão e incentivando a busca por soluções inovadoras. O debate será mediado pelo jornalista Matthew Shirts da National Geographic e contará com a presença de especialistas em sustentabilidade. 

 

O Fórum A Àgua Que Falta tem patrocínio da AMA – Ambev e será transmitido ao vivo no site da Climatempo (parceira na realização). 

 

Com informações da Assessoria de Comunicação Social do Ministério do Meio Ambiente.

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque