O INSTITUTO

MISSÃO

O Instituto EcoFaxina informa, educa e inspira pessoas a falarem e agirem em nome dos oceanos. Atuamos no desenvolvimento de ações de limpeza e monitoramento de ecossistemas costeiros tendo como principal objetivo a recuperação de áreas degradadas de mangue e a contenção do plástico descartado por favelas de palafitas no estuário de Santos e São Vicente.

OBJETIVO

Reduzir o aporte de plástico no oceano atuando na limpeza e na recuperação de áreas degradadas de mangue.

HISTÓRIA

O Instituto EcoFaxina é uma associação civil sem fins econômicos, fundada em 2008 na cidade de Santos para combater a poluição marinha no estuário de Santos e São Vicente por meio da elaboração de projetos e da promoção de políticas públicas para a redução do aporte de plástico no oceano, tendo como estratégia principal a recuperação de áreas degradadas de mangue, o congelamento de favelas de palafitas e a contenção do resíduo sólido flutuante no sistema estuarino. Para tanto, são desenvolvidas ações voluntárias de limpeza de ambientes naturais como uma forma de chamar a atenção da sociedade para o grave quadro de poluição marinha e desmatamento de mangue no estuário. Ao mesmo tempo os voluntários retiram o máximo possível de resíduos sólidos presentes nos ecossistemas costeiros da região, principalmente o plástico. As ações também são uma ferramenta de pesquisa e conscientização ambiental, que por meio da sensibilização e do trabalho em equipe, propiciam uma nova perspectiva do problema para quem participa ou acompanha os trabalhos. Até o momento foram realizadas 114 Ações Voluntárias EcoFaxina, que envolveram mais de 3.000 voluntários na retirada de 58.107 quilos de resíduos sólidos do ambiente marinho.

Com a convicção de que não somente é possível reverter o quadro de degradação ambiental no estuário de Santos e São Vicente,  mas que trata-se de uma questão prioritária e emergencial, em 2009 o Instituto EcoFaxina encaminhou à Prefeitura de Santos um Procedimento de Manifestação de Interesse Social em que propõe uma parceria com o município para a implantação do Sistema Ambiental de Coleta de Resíduos, projeto que visa a redução da poluição por resíduos sólidos, através da formação de uma frente de trabalho composta por moradores de favelas de palafitas com a missão de conter a saída de resíduos sólidos flutuantes para o mar por meio da instalação e operacionalização de "ecobarreiras", recuperação de áreas degradadas de mangue e reciclagem; com geração de renda para famílias que habitam palafitas.

O Instituto EcoFaxina desenvolve desde 2010 o “Trote Ecológico EcoFaxina”, promovendo o voluntariado entre calouros e veteranos de universidades da região na luta contra a poluição marinha, sendo reconhecido pela UNE e pelo Ministério do Meio Ambiente como alternativa para os trotes violentos e premiado pela Fundação Educar Dpaschoal. 

 

Em 2011 o Instituto EcoFaxina foi premiado pelo Programa Jovens Embaixadores Ambientais realizado em parceria entre a empresa Bayer e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente da ONU (PNUMA). 

 

Em 2013  recebeu o Título de Utilidade Pública Municipal.

Ainda no ano de 2013, o Instituto EcoFaxina foi homenageado com o prêmio Guardiões das Praias e Projeto TOP - Transtorno Obsessivo por Praia, desenvolvido pela Ambev com o apoio do Programa Bandeira Azul, Revista Trip e Lynx Consultoria. Na ocasião o Instituto EcoFaxina recebeu 25 mil reais, uma semana de workshop de projetos ambientais na sede da empresa no Rio de Janeiro e menção honrosa no prêmio Trip Transformadores, promovido pela revista Trip na Oca do Ibirapuera. 

Em 18 de abril de 2016 celebramos uma grande conquista, com a aprovação do Projeto de Lei "Programa Ecobarreiras", pela Câmara Municipal de Santos. Um grande passo para a utilização dessa importante ferramenta prevista no projeto Sistema Ambiental de Coleta de Resíduos, que tramita na Secretaria do Meio Ambiente de Santos.

Em 2018 foi a entidade da Baixada Santista selecionada pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE) para conduzir os estudos que determinaram as principais fontes poluidoras no município de Santos, contando com o patrocínio da Associação Internacional de Resíduos Sólidos (Iswa), da Agência de Proteção Ambiental da Suécia (Sepa) e o apoio da Secretaria de Meio Ambiente de Santos para a publicação do livro “Combate às Fontes de Poluição Marinha por Resíduos Sólidos”. Também em 2018 foi convidado pelo ambientalista, jornalista e escritor Paul Hawken, para o lançamento do seu livro “Drawdown: 100 iniciativas poderosas para resolver a crise climática”, no Museu de Arte Moderna (MAM), com a presença de Gisele Bündchen e Pedro Paulo Diniz. Palestrante no 1º Simpósio de Infraestrutura, Logística e Meio Ambiente – Debates sobre os 30 anos da Constituição Federal. Ainda em 2018 foi convidado pela Universidade de São Paulo para recepcionar e guiar estudantes de todo o mundo em uma visita técnica a bordo de escuna pelo estuário de Santos e São Vicente.

 

Em 12 de dezembro de 2018 celebrou um Termo de Cooperação Acadêmica com a Universidade de São Paulo para o desenvolvimento de projetos e pesquisas no estuário de Santos e São Vicente.

 

Em 22 de março de 2019 realizou a sua 100ª Ação Voluntária EcoFaxina no manguezal de Santos, com a presença do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, por ocasião do lançamento do Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar, que recebeu o projeto Sistema Ambiental de Coleta de Resíduos, servindo como base na elaboração do edital para a instalação de ecobarreiras em municípios costeiros, lançado pelo Fundo Nacional para a Biodiversidade (FUNBIO).

 

Em 30 de maio de 2019 foi convidado a apresentar o projeto Sistema Ambiental de Coleta de Resíduos no Instituto de Estudos Avançados da USP (IEA-USP) durante o OLA! Ocean LitterAcy Workshop.

 

No momento integra o grupo que discute a elaboração do plano de Avaliação e Monitoramento do Lixo Marinho no Estado de São Paulo e desenvolve pesquisas para determinar a concentração de metais, poluentes orgânicos persistentes e microplásticos em sedimentos do estuário de Santos e São Vicente em parceria com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN) e o Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Campus Litoral Paulista (UNESP-CLP).

EQUIPE

william_rodriguez_schepis_instituto_ecof

WILLIAM RODRIGUEZ SCHEPIS

Diretor Presidente

Bacharel em Biologia Marinha pela Universidade Santa Cecília - UNISANTA, praticante de surf desde 1989 e de mergulho autônomo desde 1991. Fundou o Instituto EcoFaxina em 2008 ainda como aluno do curso de Biologia Marinha. Possui experiência em ecologia, educação ambiental e impactos ambientais como ambientalista, tendo coordenado dezenas de ações voluntárias de limpeza de ambientes naturais e campanhas para a recuperação e conservação do estuário de Santos e São Vicente. Desde 2009 luta pela implantação do projeto Sistema Ambiental de Coleta de Resíduos, que prevê a instalação de ecobarreiras e a recuperação de áreas degradadas de mangue como estratégia para a redução da poluição marinha por plástico no litoral paulista. Em virtude do trabalho desenvolvido, o Instituto é membro desde 2011 do Pacto Global das Nações Unidas, participando por meio do envio de dados das coletas feitas em ambientes naturais da Baixada Santista. Exerce liderança e mobilizou milhares de jovens por todo o país, em especial na Baixada Santista. Promove desde 2010 o “Trote Ecológico EcoFaxina” envolvendo calouros e veteranos de universidades da região, reconhecido pela UNE e pelo Ministério do Meio Ambiente como alternativa para os trotes violentos e premiado pela Fundação Educar Dpaschoal. Atuou como delegado nas conferências municipal e estadual de meio ambiente. Em 2013 recebeu o título de Guardião das Praias e um prêmio de 25 mil reais, oferecidos pela Skol, Lynx Consultoria, Programa Bandeira Azul e Revista Trip, além de um workshop de capacitação na fábrica da AMBEV, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Recebeu menção honrosa no Prêmio Trip Transformadores 2013. Lutou pela criação do projeto de lei complementar "Programa Ecobarreiras", de autoria do então vereador e atualmente deputado estadual, Professor Kenny Mendes, sancionada em 2016 pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa. Foi membro representante do Instituto EcoFaxina no Conselho de Defesa do Meio Ambiente de Santos de 2017 a 2018.

paulo-lopes-instituto-ecofaxina.jpg

PAULO FERRAZ LOPES

Diretor Vice-Presidente

​Formado em Administração de Empresas, com MBA em Gestão Estratégica de Empresas pela FGV/SP. Possui 20 anos de experiência em Supply Chain, Logística Internacional e Travel Management. Desde os 19 anos é parceiro e colaborador do Anjos para Adoção, entidade que retira animais de rua, cuida e os disponibiliza para adoção.

luana-oliveira-instituto-ecofaxina.jpg

LUANA SANTANA OLIVEIRA

Diretora Financeira

Mais de 7 anos de experiência na área administrativa, em setores de logística e processos administrativos. Dez anos de experiência na organização e realização de ações voluntárias de limpeza de ecossistemas costeiros e marinhos na Baixada Santista. Experiência de 5 anos em gastronomia. Atualmente é cozinheira no Madê Cozinha Autoral, em Santos.

thiaguera-sampaio.jpg

THIAGO BASTOS SAMPAIO

Diretor de Comunicação

Formado em Artes Plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado - FAAP. Trabalhou como designer gráfico para a Abyara Brasil Brokers, foi web designer do Portal da Prefeitura de São Paulo, ilustrador e diagramador pelas editoras Abril e Globo.

giovana-gimiliani-instituto-ecofaxina.jp

GIOVANA TEIXEIRA GIMILIANI

Diretora de Pesquisa e Educação Ambiental

Bióloga Marinha pela Universidade Santa Cecília. Pós-graduação em Gestão Ambiental pela UNESP e doutoranda em Ciências Ambientais no Centro de Química e Meio Ambiente do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares da Universidade de São Paulo - IPEN/USP. 

miguel-pompeia-diretor-instituto-ecofaxi

MIGUEL POMPEIA

Diretor de Relações com Investidores

Formado em administração de empresas e comércio exterior. Pós-graduado em finanças e em gestão ambiental com ênfase em gerenciamento de resíduos, trabalhou durante 15 anos no mercado financeiro, em instituições como: Banco do Brasil, BBVA, Bradesco e HSBC, agregando e diversificando atuação dentro da área financeira / administrativa e comercial. Com a ampla experiência em sistema de gestão empresarial, se especializou e desde então percebeu que a sustentabilidade deixou de ser uma inconveniência para ser um custo inevitável que transformar cenários competitivos, as empresas começam a enxergar novos produtos, processos, modelos de negócios, Inovação e tecnologias.​ Desde 2012 iniciou pesquisas e projetos com o objetivo de suprir necessidades sustentáveis de mercado, com visão estratégica de negócios e respeito as normas vigentes. Dedicação, determinação, dinamismo, adaptação o conduzem ao sucesso.

tadeu-bastos-sampaio.jpg

TADEU BASTOS SAMPAIO

Diretor de Produção Multimídia

Formado em Radio e Televisão pela Fundação Armando Álvares Penteado - FAAP no ano de 2002. Em 2000, inicia estágio no SBT trabalhando tanto na produção quanto na área técnica. Em 2002 ingressa no mercado publicitário na área de produção. Atua durante 10 anos produzindo filmes publicitários, programas de TV, longas metragens, curta metragens, documentários, entre outros. Em 2012 migra da área de produção para a área de técnico cinematográfico como assistente de câmera, na qual permanece até hoje, além de desenvolver trabalhos como videomaker, diretor de fotografia e diretor.

vando-moraes-instituto-ecofaxina.jpeg

VANDO MORAES

Diretor Jurídico

Ambientalista, voluntário e advogado graduado na Universidade Católica de Santos - UNISANTOS, pós-graduando em Direito Material e Processual do Trabalho na Universidade Cândido Mendes - UCAM.

adalberto-mendes.jpg

ADALBERTO JOAQUIM MENDES

Conselheiro Administrativo

Engenheiro Civil; Autor do Livro “Saneamento Básico para Gestores”; Coordenador e Idealizador do Projeto Saneamento+; Atua como consultor de planejamento urbano, meio ambiente e saneamento ambiental para diversos municípios do Brasil; Coautor de informativos e cartilhas sobre Saneamento Ambiental e Resíduos Sólidos; Participações e Palestrante em eventos, bem como Rio+20; Coordenador Técnico do PLAMSAN - Programa de Apoio à Elaboração dos Planos de Saneamento Básico e de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos dos Municípios do Estado do Amazonas; Atuações recentes: Conselheiro Titular do Comitê de Saneamento Ambiental do Conselho das Cidades – Ministério das Cidades (Elaboração das Leis № 11.445/07 e № 12.305/10, bem como os Decretos № 7.217/10 e № 7.404/10); Membro do Grupo de Trabalho Interinstitucional, incumbido de coordenar a elaboração e promover a discussão do Plano Nacional de Saneamento – PLANSAB, representando o Poder Público Municipal; Membro do Grupo de Trabalho Interinstitucional incumbido de discutir a implementação das ações de logística reversa dos resíduos sólidos nos acordos setoriais – Ministério do Meio Ambiente. Consultor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD; Chefe do Serviço de Engenharia em Saúde Pública da Fundação Nacional de Saúde - FUNASA; Professor na Escola de Engenharia Mauá, disciplina Hidráulica e Saneamento.

bruno_karolski_conselho_instituto_ecofax

BRUNO KAROLSKI

Conselheiro Administrativo

​Possui graduação em ciências biológicas pela Universidade de São Paulo (2003). Mestre na área de Botânica na sub-área de Biologia Molecular de Plantas (2007) pela Universidade de São Paulo. Doutor em Biotecnologia pela Universidade de São Paulo. Atualmente é pesquisador na área de Microbiologia Ambiental no Centro de Pesquisa em Meio Ambiente (CEPEMA - Poli - USP) localizado em Cubatão, SP. Desenvolve pesquisa em remediação de contaminantes derivados de petróleo e metais pesados em solos e efluentes industriais. Também desenvolve pesquisa na área de produção de plásticos biodegradáveis por micro-organismos utilizando fontes alternativas de carbono assim como a bioprospecção destes micro-organismos na natureza. Também atua na pesquisa de biodegradação de polímeros petroderivados. Tem experiência na área de Microbiologia Ambiental, Biologia Molecular e Botânica.

demian_topel_consellho_instituto_ecofaxi

DAMIAN TOPEL

Conselheiro Administrativo

Demian Topel é ambientalista e empreendedor na área do Ecoturismo desde 1992, com experiência de mais de 25 anos em criar, promover e coordenar viagens educacionais em ambientes naturais no Brasil. Por mais de 10 anos esteve envolvido em projetos de Energia Solar Fotovoltaica, privados e governamentais, e foi palestrante sobre o tema na RIO-92. Responsável pelas primeiras operações comerciais de Mergulho em Cavernas no Brasil, em Bonito, no início da década de 1990, foi um dos pioneiros na realização de viagens àquela região. Em 1997 fundou a Terra Nativa Ecoturismo, empresa que dirigiu até 2010. A Terra Nativa foi pioneira na introdução dos conceitos de Sustentabilidade Socioambiental em viagens de estudo do meio e educação ambiental. Alterna seu tempo entre oferecer as melhores experiências nos mais belos cenários naturais do Brasil pela Bluerivers e elaborar roteiros de Turismo Científico e Educacional para universidades estrangeiras no Brasil, pela Terra Nativa. É guia cadastrado no Ministério do Turismo e Mergulhador Dive-Master credenciado pela PADI. Liderou mais de 300 viagens em ambientes naturais no Brasil. Demian surfa em seu tempo livre.

daniela_milstein_conselho_instituto_ecof

DANIELA MILSTEIN

Conselheira Administrativa

​Possui graduação em ciências biológicas pela Universidade de São Paulo (2003). Mestre na área de Botânica na sub-área de Biologia Molecular de Plantas (2007) pela Universidade de São Paulo. Doutor em Biotecnologia pela Universidade de São Paulo. Atualmente é pesquisador na área de Microbiologia Ambiental no Centro de Pesquisa em Meio Ambiente (CEPEMA - Poli - USP) localizado em Cubatão, SP. Desenvolve pesquisa em remediação de contaminantes derivados de petróleo e metais pesados em solos e efluentes industriais. Também desenvolve pesquisa na área de produção de plásticos biodegradáveis por micro-organismos utilizando fontes alternativas de carbono assim como a bioprospecção destes micro-organismos na natureza. Também atua na pesquisa de biodegradação de polímeros petroderivados. Tem experiência na área de Microbiologia Ambiental, Biologia Molecular e Botânica.

daniele-chimenti.jpg

DANIELE CHIMENTI

Conselheiro Administrativo

​Artista Plástico pelo Instituto de Arte de Florença. Ambientalista há mais de vinte anos, utiliza a arte como ferramenta para a educação ambiental. 

debora-martins-de-freitas-instituto-ecof

DÉBORA MARTINS DE FREITAS

Conselheira Administrativa

Professora Assistente Doutora da Universidade Estadual Paulista (UNESP) - Câmpus Litoral Paulista. Australia Global Alumni Embassador for Brazil pelo Governo Australiano. Desenvolveu pesquisas de pós-doutorado no Instituto Tecnológico de Aeronáutica/Brazil (ITA, 2013-2015), no Australian National Centre for Ocean Resources and Security - University of Wollongong/Austrália (2010-2012) e no Centre of Excellence for Coral Reef Studies - James Cook University/Austrália (2008-2010). Débora possui formação multidisciplinar em Oceanografia com graduação (1995-2000) e pós-graduação (2001-2003) pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), e estudos complementares em políticas marinhas pelo Center for the Study of Marine Policy, Delaware (2003). Possui doutorado em Ciências Ambientais pela James Cook University/Austrália (2006-2010). Atuou como Supervisora da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Rio Grande (2003-2005) e Coordenadora Local do Projeto Orla. É membro de comitês editoriais e revisora de periódicos científicos nacionais e internacionais. Têm publicações em diversas linhas de pesquisa destacando-se gestão costeira, governança, planejamento espacial, adaptação e mudanças climáticas, participação pública, pesca e manejo adaptativo.

gustavo_rosa_conselheiro_instituto_ecofa

GUSTAVO MARDEGAN ROSA

Conselheiro Administrativo e Fiscal

​Formado em Administração de Empresas pela PUC-SP, possui especializações em sustentabilidade na Universidade de Columbia, modelagem financeira e de negócio pela Universidade de Wharton e estratégia em Harvard. Ao longo de 20 anos, construiu uma vasta carreira como trader no mercado financeiro, atuando em grandes corretoras de valores no Brasil e nos Estados Unidos. Com uma visão abrangente de finanças e de questões ambientais, atualmente Gustavo integra o Conselho Administrativo do Instituto EcoFaxina, provando que sustentabilidade é muito mais do que um ponto de vista: é uma  questão séria e urgente, que trata do futuro do planeta e de todos nós.

jeison-quraitem-diretor-instituto-ecofax

JEISON QURAITEM

Conselheiro Administrativo

​Atuou na área de estratégia e negócios internacionais da Exeter St. Davis na criaçao de um dos maiores consórcios de construção do País. Atua a 12 anos no mercado imobiliário e há 4 anos vem especializando-se em Proptechs, ativo na vertical Construtech da ACATE e sempre presente nos maiores eventos do setor no Brasil e no mundo. Sócio de duas startups do mercado imobiliário, nas horas vagas Jeison é um grande baterista e péssimo jogador de golfe.

rafael-ribeiro.jpg

RAFAEL RIBEIRO JACINTO

Conselheiro Administrativo

Administrador de Empresas e Técnico em Edificações; Gestor de Sistemas Integrados de Gestão Ambiental com passagens por empresas como Petrobras, na área de contratos com fornecedores; Idealizador do Projeto Baixada Sustentável; Dez anos de experiência como voluntário na área de meio ambiente ligada a resíduos sólidos.

rodrigo-lopes.jpg

RODRIGO LOPES

Conselheiro Administrativo

​Administrador de Empresas com formação e expecializações na UNIP, FGV, UCI/Califórnia, SENAC e Anhembi Morumbi; Consultor e docente em Logística Reversa, Sustentabilidade e Empreendedorismo com ênfase em Análise da Cadeia de Valor (ACV); Quinze anos de experiência em serviços na construção civil com foco em sustentabilidade, sendo 3 anos nos Estados Unidos; Membro permanente do Comitê para a Sustentabilidade no Gerenciamento de Resíduos Sólidos da Baixada Santista.

ronaldo_christofoletti_conselheiro_adm_i

RONALDO CRISTOFOLETTI

Conselheiro Administrativo

​Professor do Instituto do Mar da UNIFESP, atuando na área de Biodiversidade Marinha, Gestão de Ecossistemas Costeiros, Mudanças Climáticas e Comunicação Científica. Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (1999) e durante a pós-graduação desenvolveu trabalho sobre a biodiversidade e funcionamento de costões rochosos e manguezais. Em 2008-2009 trabalhou na Universidade de Bangor no Reino Unido, e desde o seu retorno ao Brasil tem desenvolvido projetos em colaboração com grupos estrangeiros para o desenvolvimento sustentável da zona costeira. Atualmente é treinador do Conselho Britânico no Brasil desenvolvendo os Programas Research Connect, Active Citizens e Core Skills para ações de comunicação científica, cidadania e educação promovendo o desenvolvimento socioambiental. Coordenador do projeto sobre Biodiversidade, Ciência Cidadã e Políticas Públicas Participativas para o desenvolvimento sustentável da Baixada Santista e colaborador em ações para Adaptação e Mitigação das Mudanças Climáticas na zona costeira.

PARCEIROS

UNISANTA
iousp-logo.jpg
CEPEMA-USP
UNIFESP
UNESP - CLP
ENDEREÇO

Rua Dr. Oswaldo Cruz, 377, Conj.03

Santos (SP) - CEP 11045-101

+55 (13) 3301-2391

contato@institutoecofaxina.org.br

ENVOLVA-SE
  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube
  • Twitter
  • Flickr
  • RSS

Copyright © 2008 - 2020 | Instituto EcoFaxina - Limpeza, Monitoramento e Educação Ambiental. CNPJ: 10.735.372/0001-10